terça-feira, maio 26, 2015

Por aí...




Vivo o tormento da espera...
A ânsia de não poder procurar....
A verdadeira razão do silêncio ...
Porque não quis escutar...
Lancei-me de ponta-cabeça em busca de um abrigo...
Mas as ruínas eram tantas que me perdi nesse labirinto e não sei como voltar....
Entre sorrisos e lágrimas muitos suspiros e dor...
Vou recolhendo na caminhada tudo aquilo que sobrou...
E o tempo,inimigo avança arrasa, magoa e fere...

Abre cicatrizes profundas deixando sem respostas as perguntas de um coração cheio de amor.


Um comentário:

  1. Talvez as respostas as quais você procura estejam diante dos seus olhos.

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!