quinta-feira, agosto 08, 2013

Depois da feira...



Estávamos voltando da feira ...

Sacolas nas mãos sorriso nos lábios...

O desejo latente nos olhos...

Ardia a pele e esmagava as entranhas...

Os corpos se querendo, a cada toque despercebido ao caminhar ...

Aumentava ainda mais o desejo...

Entramos no elevador...

Apertei o 4° andar...

Câmeras filmando...

O desejo aumento ...

Foi então que num impulso o dedo pressionou o botão de emergência...

Elevador parado...

Eu ....

Beijando, mordendo, lambendo,suando, arranhando, entrando, saindo, em cima , em baixo,por trás, pela frente,de lado, apertando,tocando,forte, devagar,com a língua, os dedos,roçando,deslizando,adentrando,me servindo,possuindo,tomando,comendo, fudendo ,arrombando , bebendo sem parar, falando,xingando,agarrando,solvendo seu corpo até me acabar...

Você....

Gemendo,gritando,chorando,tremula,molhada,suspirando...

Se contorcendo,durinha,intocada,vermelha, ardida,puxando ,querendo,esperando, mordendo,

Implorando,convulsa,rebolando,chupando...

Se dando,suada,gozada,encharcada,escorregadia,acabada,profanada,pulsante, com sussurros cada vez mais delirantes...

Eu e Você...

Amantes,amarradas,inseparáveis,possuídas,descontroladas,de mãos dadas, felizes, entrelaçadas,abraçadas,doloridas,cansadas,esgotadas,aninhadas,encaixadas,paradas, unificadas...

Os olhos gritam, berram, se declaram,informam,avisam, sem precisar de um gemido,sussurro ou ser contido....

O nosso desejo encontra- se em nossa carne, antes ,durantes e depois de toda essa batalha...

Elevador subindo entramos em casa....

Você ainda me olhava com olhos de desejo que pela câmera o porteiro visualizava...

Soltamos sãs sacolas no chão...

Roupas voavam por toda a direção...

Os corpos ainda ardiam de prazer...

Novamente eu deslizava e sugava você..

Gritos desvirginavam o silêncio...

Eu entrava e saia e você me mordia...

Enterrando seus dedos em meus cabelos...

Rebolava forte em minha língua...

Era quente, apertado e cadê vez mais encharcada...

O ritmo aumentava e os meus dedos novamente estrangulava...

Na minha boca você jorrava ...

Eu te bebia enquanto na ponta de minha língua você pulsava.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!