segunda-feira, julho 22, 2013

Quarto de Hotel...




Foto : Um quarto em Roma ( filme)
                                                  
Dia quente cidade agitada , já passara de 12h , Red estava em um restaurante à espera delas...
Sua amante que vinha encontra lá ,porém levaria sua esposa ao encontro...
Medo ,angústia , desejo, adrenalina... Um mix de sentimentos alastrava o seu corpo...
Enfim seus olhos vislumbravam escultura feita com a delicadeza dos mortais...
Era linda ,seus cabelos moldavam perfeitamente o seu rosto alvo...
Sentaram se a mesa e logo os comprimentos sociais...
As horas não passavam , o desejo aumentava , a fome não cessava, era dela, vinha para ela como um imã...
A esposa de sua Amante era completamente ignorada pelos os de cobiça de Red...
O pecado da gula consumia seus pensamentos, já não respirava, boca seca, garganta em nó...
Depois de algum tempo, se despediram...
Red foi para o seu hotel , porém sua Amante não saia de seus pensamentos, à vontade o desejo a paixão...
O silêncio enfim é quebrado pelo toque alucinado de seu telefone....
Alô?
Quem fala?
Do outro lado da linha a voz mais desejada , a de sua amante...
Dê-me rápido seu endereço e assim Red o fez...
Aquela noite foi de angustia, não dormia , seus músculos tremiam de desejo...
Red desejava sua amante sentada em seus lábios completamente úmida, inchada...
Alucinava pelo gosto ,cheiro de sua amante em sua língua...
Red já não pensava, apenas se contorcia em leito pelo momento que as horas lentamente separavam...
Então já era quase manhã sua campainha desperta o seu transe e então:
Red de pele macia,de lábios rosados de cabelos desarrumados abri a porta...
Uma onda de calor lhe sobre a face que se torna ruborizada pela memória quente ,viva , do desejo  ...
Seca a garganta,o coração acelera em um ritmo de frenético,e o desejo inunda a sua feminilidade....
A sua amante beijava seus lábios, seu queixo, a pele delicada de seu pescoço..
Arrepiando Red até a alma...
Com a boca colada a dela, apreciou as mãos fortes acariciando seu ventre e deslizando para cima...
Tomou os mamilos entre os lábios...
Primeiro sugou -o com força...
Depois, aliviou a pressão e lambeu o bico endurecido ...
Até fazer Red ter vontade de gritar...
Com a tensão , Red agarrou com força os cabelos dela e precisou se concentrar para não arrancá-los...
Então deslizou os dedos pelas mechas sedosas...
A sua amante passou a língua pela parte inferior dos seios de Red...
Red deixou escapar um gemido ao sentir que sua amante alcançará o elástico da calcinha..
Sua Amante afagava a parte interna das coxas , perto da calcinha , enquanto o polegar traçava pequenos círculos sobre a carne intumescida...
Red suspirou e entreabriu as pernas para dar a ela um melhor acesso...
A  amante puxou a calcinha para o lado e pousou os lábios na carne vermelha quente e molhada , deslizando suavemente a língua...
Red  sentiu se ofegante e tremula...
Com um movimento abrupto, Red rodou e se jogou por cima da sua Amante e forçou a para baixo , até deitá-la no tapete...
Deslizou um pouco mais para baixo e começou a mover se sobre os quadris dela...
A sua Amante segurou a pelas nádegas , puxando -a para si..
Apertou-a forte , segurando-a pelos ombros, e beijou-a com violência até fazê-la gemer...
Começaram a se mover, numa fricção deliciosa, estupenda , enlouquecedora...
A sua amante sentiu as mãos de red descendo, moldando seus seios..
Forçando-os um para perto do outro...
Red massageou os mamilos com os dedões , provocando -a , mexendo-se cada vez mais , até fazê-la atingir o clímax....
Tão intenso que a obrigou enfiar-lhe as unhas, arranhando seus ombros...
Red tomou um dos mamilos entre os lábios, e sua Amante arfou...
Depois de um longo tempo passando a língua pela pele sensível dos mamilos dela..
Ora sugando-os, ora acariciando-os...
Red deslizou para baixo e mergulhou entre as pernas dela...
Red a acariciava , beijava e tocava todos os lugares que podia alcançar...
Inebriada de paixão, desejo, ardor....
Red a penetrou , foi como um sonho , o prazer ideal...
Por longos minutos, houve apenas respirações ofegantes , os sons dos dois corpos em movimentos cadenciados pelo prazer do toque ..
Ofegando e gemendo contra o pescoço dela,Red apoiou uma das mãos ao lado da cabeça dela...
Encaixavam-se a perfeição..
Era quase um milagre....
A sua Amante deslizou as mãos pelos ombros de Red, pelas costas, nádegas rijas, encantada pela textura daquela pele...
Com aquele aroma , com aquele jeito quase indefeso em seus braços concentrada em possuí-la...
Com delicadeza , a sua Amante mordeu-lhe o lóbulo da orelha e suspirou ...
A Sua Amante se afastou uns milímetros e beijou-a com intensidade...
Colocou as mãos entre as coxas dela, afastou-as o mais que pode e passou a massagear o cume de sua excitação com a língua, enquanto entrava e sai dela com seus dedos ávidos... Prenetrando-a mais e mais rápido, forte , fundo...
A torrente de sensação era tão violenta que Red sufocou se com o grito da luxuria...
E o único som que escapou foi um gemido abafado...
A sua Amante continuou a penetrá-la e a estimulá-la , senti-la tremer , estremecer, até que Red visse milhões de estrelas explodindo bem diante de seus olhos.



Um comentário:

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!