quinta-feira, maio 16, 2013

A fã...




                                                         Artista: Maurizio Barraco

Era por volta das 15h quando o seu telefone toca a escritora atende ...
Era o pecado do outro lado da linha...
E logo o pedido : Poderias recitar um de seus contos ?
A escritora de imediato responde : Sem problemas...
E em alguns minutos depois estava a escritora profanando o ouvido da sua fã misteriosa...
Do outro lado da linha apenas murmúrios e sussurros desconexos...
Enquanto lia a fã entrava em transe...
Sentindo cada ponto ,virgula,sensação descrita pela escritora ...
A fã estava deitada na cama, deslizando as mãos lentamente pelas partes pudendas...
Um estreito canal de águas ferventes se formava entre suas coxas facilitando o deslizar de dedos entre elas...
O corpo em arrepio,delírio ...
Os olhos cheios de luxuria, a pele já rosada....
A boca úmida...
A face em chamas...
Nos ouvidos a luxuria toma vida ....
Sentiu o seio transbordar em suas mãos...
Uma umidade cujo horizonte a língua dela queria alcançar...
Passou a mão pela curva do seio esquerdo e depois o direito...
Levou os dedos a boca sentindo o gosto de seu néctar...
A transformação que se estampou em seu rosto mostrou lhe o caminho,de apenas não parar...
Deliciava se com as palavras ,como se fosse um manual fazendo com que a fã explorasse o céu da boca com a ponta da língua..
Deslizando às mãos pelo seu ventre em movimentos lentos e delicados...
Seguindo a direção do desejo, do prazer, da redenção de seus pecados...
Os seus dedos eram sugados aos poucos como por areias movediças...
Apesar de todo medo de ser pega...
O desejo pulsava cada vez mais vulcânico, como lavas flamejantes....
A sua alma transportada a outras dimensões pela voz que profanava a virgindade de seus ouvidos...
Seu corpo implorava , consumia , absorvia a fantasia de ser possuída como no conto...
Os dedos iam e vinham ganhando um ritmo frenético...
O delírio,o sofrimento, a ânsia , a paixão, o auge...
E afundas em águas profundas da paz, ofegante, tremula ...
A escritora já era muda diante de tamanha explosão ....
O silêncio é quebrado pelo tu tu tu do telefone .


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!