terça-feira, abril 23, 2013

Desejo Torturante...

                                                                      VERITAS

                                                     Artista: Maurizio Barraco


Era certo que já não podiam negar o desejo..


Vinha dela ia de mim para ela...

Como algo que puxava , arrastava o desejo visceral..

Era sangrento, dolorido, esperado ...

Porém anestesiado pelo tempo...

E logo , eram dois corpos como um só..

Lentamente se acoplavam , se uniam...

Ela dentro de mim me solvendo ..

Invadindo o santuário proibido...

Sussurrando os sentidos em luxurias ao ouvido..

Sentia as mãos livre adentrando minhas entranhas num vai e vem alucinante..

Corpos sedentos , arfantes...

Os beijos cada vez mais ousados, línguas que se buscavam no desespero febril...

Sua língua desvirginava minha pele lentamente, com lambidas e mordiscadas...

Língua peregrina que me enfeitiçava ...

Eu sucumbindo , afoita, implorava ...

Ela brincava pelo ventre com sua respiração apressada...

Uma deliciosa tortura que ela me implantava...

Cobriu-me com seu corpo quente, úmido ...

Deslizou uma das mãos até a entrada pulsante e adentrou ...

Forçando o seu corpo no mesmo ritmo de seus dedos ,que mergulhado em minhas entranhas profanavam , seduziam a entrada inchada, molhada , vibrante...

Mordia meus lábios, sugava meu pescoço, rebolava sobre o meu corpo....

Eu a puxava pelas nadegas ainda mais para dentro de mim...

Então deslizou para baixo olhando em meus olhos até pousar sua respiração quente , ofegante sobre o delírio pulsante...

Lentamente deslizou sobre o ponto durinho que pulsava em sua língua..

Adentrou dois dedos enquanto me saboreava...

Em ritmo frenético metia e arremetia inúmeras vezes ....

Sentia meu rosto queimando em brasa..

Meus sentidos já perdidos entre gemidos e delírios...

Sumindo completamente quando as estocadas se aprofundaram...

Em cada afundar de dedos sua língua sugava ainda mais forte o ponto durinho ...

Eram bocas, gemidos e dedos escavando o meu centro de prazer...

Uma escavação de luxuria que procurava alucinadamente o artefato desejado...

Com um golpe profundo adentrou a escuridão , enquanto me sugava e metia em minha umidade..

Agora eu estava completamente profanada...

Sem pudores apenas os sentidos o prazer à satisfação ...

Não havia como suportar mais o inevitável...

Ela aumentando o ritmo entrando e saindo , sugando , mordendo ..

Meu coração em frenesi calou , meus pensamentos foram o mais longe possível ...

E foi nesse momento que perdi e me encontrei, ao jorrar em lábios que eu tanto desejei.



Um comentário:

  1. Eu te amo MUITA COISA, minha vida ... eu sou e sempre serei sua ! Inteira sua .... com todo meu desejo e meu amor. BeijoSSSS.

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!