quarta-feira, março 06, 2013

A Bela Carioca....



                                                    Artista : Maurizio Barraco Modelo: Ge Su

Noite de lua cheia...


A brisa abafada desliza a face da Fotografa que se encaminha ao quarto de revelações....

Em meio as fotos a lembrança da tarde lhe volta à mente fazendo o seu corpo arrepiar...

A bela carioca de pele macia,de lábios rosados de cabelos desarrumados...

Uma onda de calor lhe sobre a face que se torna ruborizada pela memória quente ,viva ...

Seca a garganta,o coração acelera em ritmo de carnaval,e o desejo inunda a sua feminilidade....

Ao relembrar que quando ela disse a Carioca : As fotos estarão prontas amanhã!

A Carioca disse: Cale -se e beije -me...

A Fotografa beijava seus lábios, seu queixo, a pele delicada de seu pescoço..

Arrepiando a Carioca até a alma...

Com a boca colada a dela, apreciou as mãos fortes acariciando seu ventre e deslizando para cima...

Tomou os mamilos entre os lábios...

Primeiro sugou -o com força...

Depois, aliviou a pressão e lambeu o bico endurecido ...

Até fazer a Carioca ter vontade de gritar...

Com a tensão , a Carioca agarrou com força os cabelos dela e precisou se concentrar para não arrancá-los...

Então deslizou os dedos pelas mechas sedosas...

A Fotografa passou a língua pela parte inferior dos seios da Carioca...

A Carioca deixou escapar um gemido ao sentir que a Fotografa alcançará o elástico da calcinha..

A Fotografa afagava a parte interna das coxas , perto da calcinha , enquanto o polegar traçava pequenos círculos sobre a carne intumescida...

A Carioca suspirou e entreabriu as pernas para dar a ela um melhor acesso...

A Fotografa puxou a calcinha para o lado e pousou os lábios na carne vermelha quente e molhada , deslizando suavemente a língua...

A Carioca sentiu se ofegante e tremula...

Com um movimento abrupto, a Carioca rodou e se jogou por cima da Fotografa e forçou a para baixo , até deitá-la no tapete...

Deslizou um pouco mais para baixo e começou a mover se sobre os quadris dela...

A Fotografa segurou a pelas nádegas , puxando -a para si..

Apertou-a forte , segurando-a pelos ombros, e beijou-a com violência até fazê-la gemer...

Começaram a se mover, numa fricção deliciosa, estupenda , enlouquecedora...

A Fotografa sentiu as mãos da Carioca descendo, moldando seus seios..

Forçando-os um para perto do outro...

A Carioca massageou os mamilos com os dedões , provocando -a , mexendo-se cada vez mais , até fazê-la atingir o clímax....

Tão intenso que a obrigou enfiar-lhe as unhas, arranhando seus ombros...

A Carioca tomou um dos mamilos entre os lábios, e a Fotografa arfou...

Depois de um longo tempo passando a língua pela pele sensível dos mamilos dela..

Ora sugando-os, ora acariciando-os...

A Carioca deslizou para baixo e mergulhou entre as pernas dela...

A Carioca a acariciava , beijava e tocava todos os lugares que podia alcançar...

Inebriada de paixão, desejo, ardor....

A Carioca a penetrou , foi como um sonho , o prazer ideal...

Por longos minutos, houve apenas respirações ofegantes , os sons dos dois corpos em movimentos cadenciados pelo prazer do toque ..

Ofegando e gemendo contra o pescoço dela, a Carioca apoiou uma das mãos ao lado da cabeça dela...

Encaixavam-se a perfeição..

Era quase um milagre....

A Fotografa deslizou as mãos pelos ombros da Carioca, pelas costas, nádegas rijas, encantada pela textura daquela pele...

Com aquele aroma , com aquele jeito quase indefeso em seus braços concentrada em possuí-la...

Com delicadeza , a Fotografa mordeu-lhe o lóbulo da orelha e suspirou ...

A Fotografa se afastou uns milímetros e beijou-a com intensidade...

Colocou as mãos entre as coxas dela, afastou-as o mais que pode e passou a massagear o cume de sua excitação com a língua, enquanto entrava e sai dela com seus dedos ávidos... Prenetrando-a mais e mais rápido, forte , fundo...

A torrente de sensação era tão violenta que a Carioca sufocou se com o grito da luxuria...

E o único som que escapou foi um gemido abafado...

A Fotografa continuou a penetrá-la e a estimulá-la , senti-la tremer , estremecer, até que a Carioca implorasse que ela parasse e visse milhões de estrelas explodindo bem diante de seus olhos.

Um comentário:

  1. Seja minha fotográfa! Me faça a mulher mais feliz do mundo!!! Delicia Você e seus textos .

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!