terça-feira, fevereiro 26, 2013

Antinea....



                                                  Artista: Raul Canestro Model: Ge Su

Era madrugada quando Antinea acordou , olhou para o lado e viu o corpo semi-nu de Ísis ...

Antinea a beijou por horas e horas, e quando Ísis suspirou, ela colocou a língua em sua boca...


Sem para de beijá-la , ela pegou a ponta da camiseta de Ísis e, em vez de arrancá-la pelo pescoço, deslizou a mão por baixo do tecido e acariciou-lhe os mamilos..

Ísis estremecia com a sensação..

Antinea estava tocando os seus seios, mas a delicia se alastrava até o ventre...

Enquanto isso Antinea beijava a pele suave atrás da orelha de Ísis e então tomou o lóbulo entre os lábios e o mordiscou...

Uma onda de puro prazer a atingiu entre as pernas...

 Ísis a segurou pelas costas e a trouxe de volta...

Sua visão se ajustou a semi-escuridão, de forma que vislumbrou o brilho de paixão nos olhos dela...

Em seguida, acariciou a pele macia das pernas de Ísis , tocando -lhe as coxas e descendo os dedos e o rosto até parar na intimidade pulsante ...

Antinea com a respiração quente nas pernas de Ísis...

Com cuidado, Antinea afastou os joelhos de Ísis , deixando escapar um rugido gutural, e a beijou do modo mais intimo possível....

Zonza, Ísis projetou a cabeça para trás , arqueando as costas , enfiando os pés no colchão, para sustentar as pernas...

Havia um agradável aroma de musgo no ar..

“Somos nós que estamos produzindo esse cheiro”: pensou inebriada..

Antinea então a penetrou , não com brusquidão, não com força...

Mas sim lentamente, com delicadeza, fazendo-a querer recebê-la por inteira e dar-lhe todo o deleite do mundo...

Tocando a pele suave , beijando a maciez de sua carne, descendo para o lugar mais doce e delicioso do planeta e sentir aquelas pernas enrolando nas da dela, e seus calcanhares se enfiando nas costas dela...

Foi como se o amor não pudesse mais esperar..

Antinea empurrou-a para frente , colocando-a quase de quatro ..

Ísis se mexeu sob as mãos dela, mas quando Aninea a penetrou com dois dedos, Ísis ficou imóvel como estatua, á exceção de um estremecimento ocasional ou outro...

Antinea a estimulava , maravilhando -se com a textura suave , delicada e muito , muito quente do corpo de Ísis...

Então fez com que Ísis afastasse mais as pernas e a penetrou com a língua..

Ísis projetou o quadril para trás para recebe - lá e em menos de um segundo , Antinea se encaixou dentro dela, preenchendo-a por completo e fazendo -a gemer de prazer..

Ísis gemia com o rosto enfiado entre os lençóis, projetando-se de encontro à língua os dedos de Antinea...

Antinea sentiu a temperatura dentro de Ísis se elevar quando estava se aproximando do clímax...

E foi como se Ísis se abraçasse intimamente com uma ternura inacreditável....

Incapaz de se conter, entregou-se ao ápice , que a sacudia violentamente....

Ofegantes, beijaram e uniram se no leito de sua paixão.

Um comentário:

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!