terça-feira, dezembro 04, 2012

Cheiro de mar...




Rê G.

Seu constante cheiro de jardim e mar....
Um odor de terra fértil e ar salgado comungando sutilmente....
Seu corpo queria sair correndo em várias direções ao mesmo tempo...
Nada pulsava sob a pele, não havia fluxo constante de sangue movido pelo coração,agora imóvel...
Não havia mágica para reverter tudo...
Sentia a boca seca, garganta ardendo e o coração convulso...
Deitada de costas sentiu se ser beijada na orelha e sendo acariciada nos seios...
A amante passou a beija -lá nas costas , subindo devagar..
A língua marcando a pele enquanto as mãos massageavam lhe as nádegas...
Ainda de olhos fechados..
Ela rezava para que os beijos lhe alcançassem os seios...
Quando em fim o desejo se cumpriu...
Foi como se uma labareda de fogo envolvesse o seu corpo inteiro e atingi se sua parte mais íntima...
Roçando os polegares nos mamilos e deslizando pelo corpo para baixo até alcançar o seu ventre...
Passou um braço sob ela e massageou lhe as coxas...
Com os dedos da outra mão , iniciou os toques prodígios em sua úmida intimidade...
Toques suaves, avassaladores, ritmados...
Ela relaxou o corpo para trás...
Enfiou os dedos nos cabelos de sua amante ,entregando se outra vez...
Sem medo, sem pudores, sem acanhamento...
Deixaria sua mulher fazer o que ela queria desde que ela continuasse a sentir aquela maravilha sensação...
A onda de calor tornou se abrasadora....
O prazer arrebatou como uma crista de onda...
Gritos emergiram de sua garganta, até que , por fim se sentiu vazia...
Era uma onda deliciosa e quente...
Como maré, o calor refluiu, mas a sensação gratificante permaneceu rodopiando , flutuando...
Sentiu um leve beijo em seus lábios ...
E se entregou ao mais profundo sono.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!