quinta-feira, dezembro 27, 2012

Para você AMOR !!!! ROBERTO CARLOS - FURDÚNCIO

Qual sentido de sentir....

Artista: Fatba Modelos :Ge Su , Dyeia Forbes E Paula Yardy


Sinto o gosto de suas lagrimas em meus labios..
Sinto o ar que lhe falta aos pulmões..
Sinto a dor de lhe ver assim...
Sinto porém não ligo..
Não me comove lagrimas, choros incontidos e suplicas ...
Sinto apenas nada...
Olho o nada se tranformando em algo..
O que seria???
Pena, jamais!!!!
Tristeza, Nunca !!!
Agonia, Para né!!!
O que sinto é irritação..
Raiva por ver o ser humano tão fraco..
Tão pequeno...
A ponto de se humilhar diante de um capricho..
Talvez por coisa pior...
saber perder,é saber ser vencedor ...
Porque é como eu digo : Nem sempre que se ganha é que realmente se ganha ...
As vezes é necessario perder para se ganhar...
Foi perdendo que eu ganhei a melhor coisa na vida...
LIBERDADE!!!!!!!!

Desejo a todos os meus leitores um fim de ano repleto de alegria e felicidade e muito mais muito AMOR !!!!!!

sexta-feira, dezembro 21, 2012

Maroon 5 - Sunday Morning (VEVO Carnival Cruise)

Grito de liberdade...




Artista : Maurizio Barraco Modelo : Ge Su - Italia

A soberba antes da queda da ignorância....
E ainda assim eu vou pelos corredores de minha vida...
Intocáveis horas sem saber....
Que o mundo se apega a você enquanto você simplesmente foge...
É sábio deixa - lás todas para trás....
Permitindo que o mundo saiba....
Que o sucesso é:
Acordar todas as manhãs e pular da cama com o coração cheio de vida....
É achar uma forma especial de unir as pessoas....
É amar...
É sentir-se bem quando encontra uma brecha no tempo...
É saber que não se tem mais medo....
Que é hora de seguir ....
Deixar seus sonhos te guiarem....
Emitir o grito da liberdade.....
Quando se é apenas desejo e confiança....
Não importa o resultado...

Afinal uma barreira não pode aprisiona a felicidade que se é viver.

sexta-feira, dezembro 14, 2012

Jammil - Palácios e Castelos (Levi lima)

Ostra ...

Artista: Fatba Modelo : Ge Su


Ser o infinito das horas que ronda as ideias...
O gosto salgado que escorre pela pele pálida...
É vazio..
É sombrio...
É um desentendimento de pensamentos ...
Unindo e desunindo águas que brotam das intimidades carnais...
Sentindo o liquido viscoso ...
Acido de mergulhos memoráveis...
É quente ,dolorido um equilíbrio perfeito natural...
Sim... se apossa da eternidade que se multiplica a cada suspiro...
Uma ostra suplicante...
Que cobre os ouvidos dos versos meus...
Porém revelando se ao abandono que escorre em lábios meus...
Apenas deixe que o dia amanheça em você sem hora para dizer.

quarta-feira, dezembro 12, 2012

MUNHOZ & MARIANO - CAMARO AMARELO - REMIX 2012 BY FLÁVIODIAS

Montanha dos prazes...


Artista: Maurizio Barraco Modelo: Dyeia Forbes - Bari - Italia


No alto de uma montanha fria...
Lareira acessa...
Cheiro de mato molhado...
Em frente à lareira em meio às almofadas ela gemeu ,perto dos cabelos de sua esposa...
Acariciou-lhe a pele macia e quente de seu ventre...
Tocando -lhe as coxas e deslizando os dedos e o rosto até parar na umidade de sua boquinha estreita...
Com a respiração ofegante e quente nas pernas de sua esposa...
Abriu-lhe expondo toda sua feminilidade ...
Ela suspirou com desejo e beijou a com ardor...
Sua esposa se remexia, se contorcia,puxando-a pelos cabelos...
Levando-a até o fundo de sua caverna ,que sugava sua língua....
Uma exploração deliciosa, alucinante entre as pernas de sua esposa acontecia..
Ela adentrou lentamente a boquinha estreita,apertada,completamente alagada ...
O gemido era a melodia que ecoava em seus ouvidos....
Fazendo com que ela torna-se os movimentos cada vez mais fortes,profundos..
Com a ponta da língua ela, fazia movimentos circulares delicados ,fazendo com que sua esposa se movimentasse ainda mais rápida de encontro à boca, a língua, aos dedos que a penetravam cada vez mais fortes, velozes e ritmados...
Sua esposa estremecia a boca dela quando um segundo dedo preencheu as frestas de sua caverna..
Um gemido, um fincar de unhas na nuca ,o gozo....
Ela sentia a sua esposa pulsar em sua língua e seus dedos serem esmagados pela caverna que transbordava...
Ela deslizou seu corpo até o encontro dos olhos de sua esposa ...
Beijou-lhe lentamente os lábios , afagou-lhe os cabelos ....
Entrelaçou-se em seu corpo e se rendeu a inerte da noite.

segunda-feira, dezembro 10, 2012

Capital Inicial - O Lado Escuro da Lua (Estúdio)

Momentos Quentes...



Artista:Fatba Modelos: Dyeia Forbes e Paula Yardy.
E seus lábios murmuravam de prazer...
Embebida de uma dose já quase esquecida...
O deslizar no seu corpo purificado...
O paladar ainda refinado...
O suor nem doce nem salgado...
Escorrendo pelo corpo que se contorcia por todo lado...
Com a mesma destreza de outrora que nascerá para realizar...
Arranca suspiros , gemidos, lagrimas e sorrisos...
Da face que vidrada a contemplava...
A boca cheia do gosto tremulo do corpo ..
Com toques periciosos,lentificados e fogosos..
Encontra caminhos deliciosos...
Os dedos já enrugados das longas horas mergulhados...
Os lábios vermelhos de tanto solver...
Enfim volta-se ao espelho da verdade...
Olha e não acredita na realidade...
O coração bombeia em ritmo de explosão...
Água no rosto lhe trás companhia...
É pega pela cintura que covardia...
Nem um descanso a pobre mulher...
Que mais uma vez teve que saciar a linda mulher...
A noite se esvai pelas horas e nos lençóis uma historia sem inicio,meio e jamais um fim.

quinta-feira, dezembro 06, 2012

SAMBA PA TI - Santana

Tinta vermelha...

Artista: Fatba - Albânia


O meu coração ....
É uma caneta teimosa,romântica,luxuriosa ,engraçada e às vezes horrorosa...
Do meu sangue faz se a tinta das mais belas as mais esquisitas...
No papel de minha alma rabisco....
Os versos,contos,poemas e besteiras...
Os meus pensamentos imprimem na alma os meus desejos e conflitos..
Com jatos forte, fracos e até quando quase me seca a tinta...
Porém meu coração é feito de caneta que mesmo parado jorra tinta...
Não deixa nunca a alma em branco ...
Podem tentar secar a minha tinta...
Podem até queimar o papel...
Porém não podem com uma borracha os meus pensamentos apagar...
Porque tenho um coração com sangue pulsante,com os pensamentos a berrar e a alma cheia de contos para dar...
O meu mundo é uma linha e nela faço orgias ,sem pontos, regras e caligrafia...
Transformando a minha realidade em contos,poemas em fantasia...
Mas o que importa mesmo é ter coragem..
De olhar o universo e se sentir a vontade.

terça-feira, dezembro 04, 2012

To my friend Fatba !!!!!

Cheiro de mar...




Rê G.

Seu constante cheiro de jardim e mar....
Um odor de terra fértil e ar salgado comungando sutilmente....
Seu corpo queria sair correndo em várias direções ao mesmo tempo...
Nada pulsava sob a pele, não havia fluxo constante de sangue movido pelo coração,agora imóvel...
Não havia mágica para reverter tudo...
Sentia a boca seca, garganta ardendo e o coração convulso...
Deitada de costas sentiu se ser beijada na orelha e sendo acariciada nos seios...
A amante passou a beija -lá nas costas , subindo devagar..
A língua marcando a pele enquanto as mãos massageavam lhe as nádegas...
Ainda de olhos fechados..
Ela rezava para que os beijos lhe alcançassem os seios...
Quando em fim o desejo se cumpriu...
Foi como se uma labareda de fogo envolvesse o seu corpo inteiro e atingi se sua parte mais íntima...
Roçando os polegares nos mamilos e deslizando pelo corpo para baixo até alcançar o seu ventre...
Passou um braço sob ela e massageou lhe as coxas...
Com os dedos da outra mão , iniciou os toques prodígios em sua úmida intimidade...
Toques suaves, avassaladores, ritmados...
Ela relaxou o corpo para trás...
Enfiou os dedos nos cabelos de sua amante ,entregando se outra vez...
Sem medo, sem pudores, sem acanhamento...
Deixaria sua mulher fazer o que ela queria desde que ela continuasse a sentir aquela maravilha sensação...
A onda de calor tornou se abrasadora....
O prazer arrebatou como uma crista de onda...
Gritos emergiram de sua garganta, até que , por fim se sentiu vazia...
Era uma onda deliciosa e quente...
Como maré, o calor refluiu, mas a sensação gratificante permaneceu rodopiando , flutuando...
Sentiu um leve beijo em seus lábios ...
E se entregou ao mais profundo sono.

sábado, dezembro 01, 2012

Gruta ...

Artista: Fatba


O que seria de mim sem o seu rosto de marfim....
O seu corpo meu tumulo do repouso...
Sentindo o meu coração bater no lado oposto do peito...
Milhas e milhas separam a alma contaminada pela maldita....
Vindo para mim como sopro ardente...
A lembrança ainda viva...
Dos corpos arfando na gruta do pecado...
E tudo era apenas uma dança...
Deixando apenas como testemunha ...
A brisa,as pedras,as ondas.....
Porém se voltares à gruta os gritos luxuriosos ainda soam como ecos aprisionados...
E aos ouvidos dos novos visitantes uma estranha melodia de mistérios se tornará.