quarta-feira, outubro 17, 2012

Red...

Artista: Fatba Modelo: Ge Su - Albânia


Era uma bela manhã de inverno quando ela acordou...
Logo direcionou se a uma luz que vinha por baixo da porta do ateliê..
Ao abri lentamente a porta seus olhos são contemplados pela magnífica visão de Red em plena luxuria carnal...
Red , estava nua ,corpo respingado de tinta,cabelos presos por um coque ,com alguns fios soltos ao longo de seus ombros....
Ela foi se aproximando de Red, que apenas sentiu o seu corpo macio ser evolvido por braços e uma respiração quente e ofegante em seu pescoço, que em seguida era possuído por lábios quentes e úmidos pelo desejo...
O corpo inteiro de Red amoleceu se entregando aos braços do desejo, deixando cair de suas mãos tinta e pincel ao chão...
Os seios dela pressionado em suas costas,as mãos deslizando pelo seu ventre ,puxando-a pelos quadris com uma das mãos,enquanto a outra massageava o seio duro entre os dedos....
Red sentiu o sexo úmido ,quente ,pulsante ,molhar suas nadegas a cada movimento luxurioso...
O coração de Red estocava em seu peito...
Red, apoiou as mãos na tela que ainda estava molhada e a sensação da tinta entre seus dedos a fez sussurras palavras desconexas...
Red,implorava por ser possuída...
Ela, segurou Red pelos cabelos, e beijou-a com ardor, enquanto seus dedos afundavam entre as nadegas ...
Red, movia se de encontro a sua mão...
Eram arremetidas,investidas,fortes, doloridas,entrando e saindo e Red gemendo,querendo, solvendo...
Red,rebolava cada vez mais rápido,forte,nos dedos dela...
Que lhe mordia as costas e massageava os seios arfantes...
Ela virou Red e fitou olhos de puro pecado carnal..
Beijou lhe os lábios explorando cada centímetro da cavidade com sua língua...
Red,sucumbia ao desejo,entregue a luxuria visceral...
Ela deslizou pelo corpo de Red com a ponta de sua língua quente...
Sentindo o calor da feminilidade de Red aquecer lhe a face...
Ela tocava o corpo de Red , seus braços eram como tentáculos espalhados por cada pedacinho de pele exposta ...
Ela deslizou a língua sobre a fenda úmida ,quente, inchada de Red, que convulsionava ,rebolava em seus lábios ...
Ela sugava o ponto durinho de Red, que gemia em desespero...
Red, com suas unhas fincadas nas costas dela,segurando ,puxando os cabelos ,afundando a face dela entre suas pernas...
Enfim ela ,adentrou a boquinha estreita de Red de uma vez só..
Red, parou de respirar por um segundo,sentindo suas entranhas serem profanadas por 3 dedos hábeis...
Dedos que entravam e saiam ,ora lentos e doloridos,ora rápidos e fortes...
Língua que suga ,dedos que remetem...
Red, alucinada,implorava cada vez mais ..
Ela metia fundo nas entranhas de Red, que mexia os quadris rapidamente,convulsos desordenados pela sede do prazer em demora...
Ela preenchia cada espaço vazio daquela cavidade, úmida, inchada, quente, deliciosa com seus dedos...
Seus lábios sugavam a pulsação delicadamente...
É quente,é úmido,é dolorido...
Red,inchada,pressionava ,engolia faminta os dedos dela,que se moviam cada vez mais fortes, rápidos,enterrando se fundo em Red...
Coração aos saltos, boca seca,nó na garganta, o êxtase,o gemido,e Red jorra o liquido quente e desejado nos dedos dela, que senti o enforcar de seus dedos e o sabor do doce amargo em sua língua.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!