terça-feira, outubro 16, 2012

A voz...

Artista: Fatba Modelo : Ge su


Já passava da meia noite...
Dois corpos ardentes sucumbem aos prazeres da alma..
Um arrepio louco percorre toda a extensão da carne...
A voz beijou –a profundamente,abocanhando sua pele macia ...
Lambendo cada centímetro de puro desejo...
A língua seguia a trajetória para o pecado...
Os comandos da voz eram orquestrados...
Seus seios intumescidos,eram delicadamente sugados,por lábios quentes,ardentes,molhados...
Dedos que profanavam a pontinha dura rosada...
Sentia a ponta a língua peregrinar seu ventre,em busca da fenda quente...
Brincando entre as suas coxas...
Mordiscando,lambendo,o bafo quente da respiração que eriçava os pelos de suas coxas...
Então recebe o peso da alma que se posta sobre sua pele macia...
Fazendo com que abra cada vez mais a fenda e receba o toque dos mortais...
Suas mãos puxam pelas nadegas a alma que se move cada vez mais forte,tocando o ponto durinho,quente,molhado...
A pulsação crescente entre suas coxas,lavas escorrem de suas entranhas...
A alma de desprende de seu corpo,deslizando feito brisa ao encontro da vulva pulsante...
A língua circunda lentamente,fazendo com que se mexa na agonia dos que ardem em luxuria...
Puxando a voz pelos cabelos,ficando as unhas na carne,gemendo em transe alucinado...
Eram dedos,boca,língua ,que entravam repetidas vezes ,ora sugando,ora lambendo,ora mordendo,em ritmo febril...
Vísceras se contorcendo,coração a mil,olhos cegos na penumbra do quarto...
Calor enlouquecendo,a voz lhe querendo,a cadencia desordenada,indo cada vez mais rápido ,cada vez mais fundo,cada vez mais forte...
Um grito...
Tú tú tú...ops!!!! A ligação caiu.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!