sexta-feira, setembro 28, 2012

Serpente Ruiva...

Artista: Maurizio Barraco Modelo: Ge Su - Italia


Adormeceu sentada à escrivaninha , a cabeça apoiada no braço,enquanto tentava descrever a Serpente Ruiva...
O mundo de seu sonho , cheio de flash, lembrança, magia, imagens...
O fogo tinha apagado na lareira,e o vento aumentado...
Sem pensar em mais nada , apagou a luz e enfiou se sob as cobertas....
Um toque em sua mão..
Fez com que ela se inclinasse para frente e vislumbrou a Serpente Ruiva beijando um dedo de cada vez..
Num impulso a Serpente se atirou aos braços dela...
Ela puxou-a para o colo e aceitou os seus beijos meigos,mas que se tornavam cada vez mais impetuosos, ardentes...
Fitaram se por um longo tempo....
Não havia necessidade de palavras naquele momento ...
O desejo estava estampado nos olhos de ambas...
Uma labareda de sensações desfilava em seus corpos...
Afoita ela caiu sob o corpo da serpente, os dedos embrenhados em seus cabelos para ajeitar a posição da cabeça e poder beija - lá melhor o pescoço e na boca...
A Serpente reagiu , arqueando o corpo febril....
Se perdendo na paixão ...
Com a língua ela ,separou os lábios e explorou cada recanto da boca..insistente,tentadora,entrava e saia...
Então, depressa a Serpente instou , pegando - lhe a mão e a enfiando sob o seio...
Ao ver a Serpente nua ela encostou- a nos travesseiros para admirar seu corpo inteiro, e mais uma vez aconchegou os seios as mãos...
Deslizando as mãos nos mamilos, com movimentos fortes , por vezes delicados...
Sugando, mordendo, lambendo, intumescidos em seus lábios róseos molhados ...
Ela curvou se e passou o braço sob as costas da Serpente para sorguê- La , deixando seus seios ainda mais acessíveis á boca....
Um de cada vez , saboreou os mamilos , provocando lhe uma sensação extasiante pelo corpo inteiro...
A Serpente pegou a mão dela e a levou ao seu lugar secreto, onde seu calor e umidade a seduziria...
Os dedos dela iniciaram logo os toques prodígios...
Beijando a ao mesmo tempo , mordendo os lábios , deslizando a língua em seu pescoço, roçando a boca em sua pele...
A Serpente foi vibrante e inesperada, sem controle...
Levantou os joelhos abriu as coxas e ofereceu a ela o seu segredo...
Ela afundou- se na profundeza convulsa da Serpente...
Deslizando a sua boca até seu segredo e deliciou se nos mistérios íntimos ...
Era língua desvendando e dedos escavando, penetrando , tomando, possuindo ...
Um grito rouco abafado unhas enterradas as costas dela ...
Enfim o tesouro é desenterrado...
A Serpente convulsa , geme, ao puxa lá para si...
Sentindo fervilhar em prazer desesperado...
Revelando todos os segredos da alma através dos lábios dela...
Ela desliza o corpo para cima envolve a Serpente no manto de seus braços ...
Acaricia lhe a testa e a face com beijos delicados...
Ela acorda meio sonolenta porém com sua intimidade pulsante ...
Levanta a cabeça e conta ao mundo os mistérios da Serpente Ruiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!