terça-feira, agosto 14, 2012

Descobrir...

Eu gostaria de poder passar exatamente o que ando pensando ... Porém como escrever algo indescritível... O exato do contexto que ronda as minhas horas.. Ora o vazio ora o tumulto.. Momentos de reflexão da vastidão do meu silêncio .. O infinito de obras inacabadas que sofrem mutação constante.. Um fim aos inícios ,dos meios seguintes.. Então o que me resta nesse momento é escrever aquilo que me vem à mente... E sabe o que é?
Bom nem eu quando eu descobrir eu escrevo.

Um comentário:

  1. Ótimo poema!!! Expressa a inquietação humana... como vc escreveu, ora euforia, ora o vazio... beijos, Ju :)

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!