sábado, julho 28, 2012

Capitulo 3: Deteriorando ...

Ver a cara de Gina o que em outros tempos lhe parecia muito bonita ,apesar de nunca ter lhe dito sobre sua beleza.Agora já não havia mais nenhum atrativo,embora muita gente arrastasse uma asinha para ela.Singer também queria arrastar porém para o mais longe possível. O sorriso de Gina era lindo porém com um tempo tornou se triste,negro,desfeito pelo tempo. É assim que uma pequena loja vai morrendo,sentada de cabeça baixa sobre a mesa,pensava ...Eu não existo!!! Quero sumir.De saco cheio e sem saber por onde começar.Era necessário organizar as tarefas , e aos poucos daria conta de tudo. Se relaxasse estaria completamente perdida e a saída seria apenas chamar o contador ,pagar todo mundo e fechar a loja. Era a derrota,o cansaço,o desanimo,estava ela lutando contra sombras.Explorando o vazio,como naufraga nadando contra a correnteza do vazio , do abismo insondável. Largar tudo!! E daí? Ela precisava era ter coragem para deixar a Gina. Afinal o que Gina sentia por ela? O que Gina realmente significava para ela? Estava muito confusa,tudo acontecia ao mesmo tempo,um mix de sentimentos. O pensamento puro ,olhava para os boletos e pensava em Gina,em dinheiro,no cansaço,na razão pela qual trabalhava.Gritando a sua verdade,o seu vazio,a sua consciência: o mundo é uma Bosta e ela se sentia a própria merda.Singer pensava e sentia o vazio em sua alma,os objetivos desapareceram,não havia mais amor? A ira explodindo sua mente pela inutilidade de seus esforços: Bosta ! É uma bosta mesmo! Perguntava-se: O que sou para desejar tanto e ao mesmo tempo tão pouco? Escrevia e pensava em Gina,é um devaneio!O telefone toca em sua mesa ao atender é Gina chorosa por ela não ter ido a sua casa. Há quanto tempo Singer não fazia amor com Gina? Nem sabia ao certo, ela não tinha disposição,e nem pensava nisso,o trabalho diário acabava com as suas forças. Ela queria apenas que a Gina começasse a pensar direito,a ponderar a situação,o mal que ela estava fazendo a Singer. A voz que antes acelerava a pulsação e a deixava sem o que dizer,agora se tornava um verdadeiro acido escorrendo lentamente pelo buraco de seu ouvido. Gina: E então você vem ou não? Singer poderia continuar ali,porém uma ideia lhe crescera em sua mente.E apenas respondeu: Sim ,Gina eu irei! Gina achara estranho. Ao chegar Gina tentou abraça lá ,porém Singer simplesmente a empurrou,Gina mordiscou os lábios e grunhiu em protesto.Sim era verdade Singer havia ido à casa de Gina para terminar tudo,porém mais uma de varias tentativas frustradas. Pois ao vê lá Switer sentiu se dona de cada molécula existente no universo,não estava só,estava começando de novo. Era um novo sentimento resurgindo de uma alma esfarrapada por decepções. A ilusão tomava conta ,pincelava o seu mundo de anil e aquelas palavras que ao telefone lhe pareciam acidas ,soavam como melodias encantadas que lhe traziam o amor. Tudo o que Singer queria era toca lá ,beija lá, puramente animal,como uma fagulha que a presença de Gina fazia em chamas.Com a fúria dos desesperados Singer beijou Gina que se entregou ao calor que subia acima da pele ,e tocou o rosto como vapor,adentrando os poros,esticando a língua para tocar a de Singer,as mãos agarravam ela pelos ombros ,afagando o seu rosto,puxando a pela nuca para que o beijo fosse mais forte,demorado,dolorido. Eram sempre assim as reconciliações delas,mas a felicidade não durava muito,pois quando voltava à realidade do mundo ,tudo cairá sobre os ombros de Singer novamente....

2 comentários:

  1. Re, acompanhar os capítulos do livro que vc está escrevendo por aqui está sendo ótimo!!! Cada postagem deixa um 'gostinho de quero ler mais' ... prende a (o) leitora (or) na história que vc está construindo... escrever é uma arte e vc, pelo que observo, domina esta arte. A história de Singer e Gina traz belos exemplos de padrões de histórias de vida que se interconectam... exemplos de vivências cotidianas entre pessoas, as quais observamos casos em que há aspectos semelhantes da relação entre Singer e Gina por vc tão bem retratada... Parabéns novamente!!! ahh, o "brinque com a triguinha" está muito fofo!!! Adorei!!! Beijos, Ju :)

    ResponderExcluir
  2. Re, errei é "brinque com a trigrinha" rsrsrsrs... Gostei bastante :) beijos, Ju

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!