sexta-feira, junho 01, 2012

Veja não olhe apenas...

Cubra minha face com seu manto já embaraçado... Adentre minha feminilidade com a seda de seu tato.... Deslize pelas portas do prazer... Possua-me ardentemente até o amanhecer... E pela manhã respire a liberdade das horas... Decifre as digitas espalhadas pelo branco profanado... Beba-me em goles demorados sem desperdiçar uma única gota do orvalho... Ouça os ecos em sua mente tão presentes mesmo sendo passado... Sinta a atmosfera perfumada... E no fim olhe ... Não apenas veja ... Nos vidros o brilho de duas almas unificadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!