quarta-feira, maio 23, 2012

Leito ...

Deite se no leito da morte... Despeça se de sua alma.. Negligencie suas regras... Rosne ao seu coração.... Salive antes de saborear a carne... Deslize pela subjetividade das horas... Agonize na memória... E quando o tempo passar... Rebele a sua vingança cicatrizada... Faça oferendas aos deuses épicos.. Torne se submissa ao choro... Rasgue as sombras,trinque os dentes e absorva a esperança.

terça-feira, maio 22, 2012

Alienação da Alma...

Então o meu corpo sucumbiu ... Aos desejos da carne em chamas... Ao frio que nessa noite inflama... Melodiosamente me seduz a luxuria.. A pele arde... O coração bombeia cada vez mais rápido... O cérebro esse já não pensa.... As sensações aumentam a cada respiração... A voz se perde entre os lençóis... O ventre convulsiona em febre visceral.... Os lábios imploram por um único beijo... O beijo da morte... A sucção para o deleite final.... As mãos se procuram com fúria dos desesperados... A alma sangra em alienação... Enquanto o corpo se aquieta depois da vibração.

segunda-feira, maio 21, 2012

Reino de sol...

Os pensamentos são como prisões de alta segurança... Conflitos de dores e lembranças... Um ataque matutino da inicio ao aflito... Quatro paredes que se apertam... Que esmagam o peito,tira o ar... A dor é um caminho singular... Dá- se o reino pelo sol.

sexta-feira, maio 18, 2012

Caviar...

O meu mundo é um lugar vazio em meio à multidão.... Apenas enfeitado pela cobiça,inveja,traição... A decoração é o falso sorriso,é um detestável moralismo,com regras sem exceção.... É uma bandeja de caviar , com pequenas porções servidas por um mordomo.. Sendo ela uma das iguarias mais caras e mais valorizadas do mundo gastronômico, que consiste em ovas de "esturjão", não fertilizadas.... Porém servi um gosto amargo,um paladar nada refinado... Entre a multidão olhar de espectador,um lugar privilegiado.... É apenas uma sensação,uma anestesia,sem existência... Só o amargo do sabor que escorrega lentamente a cada mordida ... Contaminado,infeccionando,colonizando o trato gastrointestinal... As vísceras se contorcem porém já não à dor.... Apenas fica latente saber que não vingo... Vira se apenas excrementos de humanos sem valor.

quinta-feira, maio 17, 2012

Acabou!!!!

Já não quero amor... Nem mesmo essa alma apodrecida... Nem as areias escorrendo pelas vigas... Não suporto poesia mal escrita... Nem os poetas das benditas.. Quero apenas as entranhas aflitas... As vísceras contorcidas... O sussurro de luxuria ... A carne somente para satisfação... Não quero mais romance.. Quero desapegos sem dor... Quero só um lance seja ele como for.

sexta-feira, maio 11, 2012

De cara limpa...

O que é a maquiagem feminina??? Em minha opinião é uma mascara protetora... É como se a verdadeira identidade fosse escondida por algumas horas... É o esconder de pequenas imperfeições.. É adulterar descaradamente o verdadeiro eu ... Afinal você sai conhece uma pessoa ela está com o rosto encoberto por sombras,corretivos,batons,delineadores,uma gama de obstáculos ao que de fato é a verdadeira forma de seu rosto... Acho que é uma representação falsa ... É uma mentira visual... Imagina no dia seguinte você acorda ao lado da pessoa e descobri que o seu mundo encantado de sombras e batons foi completamente removido .. Um susto,um grito a farsa acabou está ali nua e crua a sua frente... Acho justo o uso de determinadas maquiagens porém nada que modifique a verdadeira estrutura do rosto... Afinal nada melhor do que se apaixonar,interessar pela face limpa.. Onde as imperfeições se tornam perfeitas aos olhos humanos.

quinta-feira, maio 10, 2012

Relacionamentos em jogo...

Já faz um tempo comecei a perceber o mundo e os seres humanos.. São situações e situações... Porém uma em especial se repetiu a todo instante... É como um campeonato monta se os times e iniciam os jogos... Vamos a primeira rodada a peneira... Times empatam,perdem e vencem... Os que passam a segunda rodada tem a chance de conversar,mostrar os pontos negativos,as falhas,simplesmente reorganizar o time... E segui o campeonato... Terceira rodada inicia se os jogos e as fases se tornam mais difíceis.... A briga entre os jogadores enfim uma gama de insatisfações,porém que ainda assim vencem a fase... Vamos as semifinais.. Os times que seguem firme no campeonato se mostram imbatíveis seguros de seus jogadores... E vão a final... E é na final que se dá o problema maior.... Time perde ,time ganha .... O vencedor levanta a taça e vai comemorar com o time... O que perde coloca a culpa que recai nos ombros do artilheiro do time.. Porém o que as pessoas esquecem é que um time não é feito por um único jogador e sim por uma equipe , se ao longo do campeonato as diferenças, os problemas,queixas não foram sanadas...porque culpar apenas um se o time não estava entrosado... Apesar de ter chegado a final não significa que o time era bom o suficiente... Então, vejo assim os relacionamentos...as fases dos campeonatos são as fases dos relacionamentos onde na etapa inicial escolhemos o time ou seja a pessoa ,reorganização do time na segunda fase onde se coloca os problemas e insatisfações do relacionamento,então o time passa as semifinais ,onde a insatisfação ,brigas ,geral descontentamento ,porém segui firme no campeonato,seja por comodidade,por lutar por algo etc..É então que se chega a final o time que perde joga sobre o companheiro as suas frustrações, medos, arrependimentos,alega o tempo perdido,alguns insistem querem um segundo campeonato,porém time que perde se muda os jogadores. É fácil culpar uma única pessoa da relação se ela não deu certo,porém se pararmos de olhar por um segundo o nosso próprio umbigo verá que times,relacionamentos não se joga sozinho e o que nós mesmos fizemos para mudar o rumo do campeonato,só reclamamos,só criticamos e nada mudamos...então vai uma dica : Qualquer tipo de relacionamento requer entrosamento,respeito,e cuidados... Se não pode e não consegui administrar um time simplesmente vá jogar paciência por só vai depender de você o resultado..ou seja viva uma vida liberta de apegos... Agora se deseja ter um time ,treine,organize,respeite,se exponha,grite quando necessário porém se doe de verdade sem medo da derrota e quando ela vier e se vier seja mulher o suficiente para aceitar os seus erros sem culpar o seu parceiro.

quarta-feira, maio 09, 2012

Poeira...

Decifra-me em um só gole... Banhe se em minhas águas resacadas.... Apaixonasse pelas horas sem fim... Grite o verbo dos apaixonados.. Soluce durante um vendaval desesperado.. Pense quando sacudir os lençóis e fragmentos de poeiras colorirem o sol... E morra nas entranhas do desejado.

terça-feira, maio 08, 2012

Gráfico do Amor...

Parece que foi ontem.. De repente você me vê como uma luz,como uma chama.... De repente em silêncio eu fito o nada e no nada eu me pego fitando você... Como que tão de repente te dou minha vida e não posso tê lá em minha vida... Eu posso te olhar,mas nem em sombras tu podes me ver.. Eu posso sim te tocar com os meus pensamentos,mas não posso te dar o toque em todos os momentos... Tua distancia aumenta o meu desejo ... Fecho simplesmente os olhos para te ver ,mas quanto mais fecho os olhos é a saudade que vejo aparecer.... Como fazer para obte-lá nem que seja por um momento? Como ter a doce imagem sem ser em pensamentos... Como me perder por um instante em seus cabelos.... Sim eu já me perdi e nunca mais me encontrei... Porque quando estamos juntas o tempo ingrato passa tão depressa ... Que a saudade é a dor mais certa ... Como uma nuvem preta que faz sombra a minha vida já tão cheia de tristeza onde nada é permitido... Porém meu coração ainda assim se enche de esperança e alegria .... Sempre que a sua voz ecoa espalhando no ar que o amor se prolifera mais a cada dia.

segunda-feira, maio 07, 2012

Apaixonada por meias...

Eu não gosto de sapatos... Detesto o aperto que neles passo... Meus dedos são claustrofóbicos.. Gritam no primeiro passo... Agora se tratando de meias.... Tenho coleções inteiras... Meias de algodão,meias de meias,meias de preguiça,meias com algumas coisas escritas... Se estiver descalça eu piso em ovos... Se estiver de meias desfilo toda proza... Afinal devemos dar valor às meias.... Quem nunca foi salva por uma meia... Tenho sempre uma no pé e um par na bolsa... Já passei por coisas que fixará na lembrança... Tipo : estava caminhando na rua ,comecei a suar frio,as tripas se contorcerem, com medo até de respirar ,a dor já era grande precisava me aliviar.. Corri para o banheiro e quem me salvou o dia... A companheira,dedicada,delicada,guerreira de todo santo dia... A velha meia, macia... Ao decorrer do dia sempre fico triste pois a joguei no lixo ... Culpo-me mas não sou ingrata ... Só não tenho como levar a meia toda borrada. Sinto falta por alguns dias por lembrar da dor de te perder naquele dia... Minhas meias meus amores.

domingo, maio 06, 2012

O amor no baú de retalhos...

Ainda tento organizar o amor... Remexo o baú de ideias românticas e retiro do labirinto fragmentos de emoções... Retiro da dor,da saudade,do apego incontrolável as respostas ao meu clamor ... Encontro os retalhos... Percebo nesse instante, sentimentos por muitos esquecidos.... Porém minimalista que sou , esqueço apenas dos grandes feitos de amor... Sou avessa às grandiosidades,sou aficionada a detalhes... Detalhes ! Sim detalhes de retalhos.... Removendo aquele momento único em que seus pensamentos se perderam em seu olhar... Gostaria de neste instante me invaginar ao seu interior... Não ao mundo temático de pensares seus... E sim aquele instante que vejo o vazio perdido de ideias... Aquela noite em que poeta foi aos meus ouvidos .. Não ! eu me refiro à poesia declamada e sim me apego ao gesto... O jeito que se levanta e na volta me trás um copo d’água me dá ideia de cuidar... O instante em que seus olhos derramaram a primeira lagrima ... Aquela gotinha mágica que se transformou em um mar salgado de saudades... O modo como os seus dedos se entrelaçam aos meus... A maneira como penteia os cabelos... O som que sua risada propagada no vento... O mostrar de suas insatisfações ... Os momentos íntimos, em que estabanada aflora o seu desejo ... Até mesmo o modo como me olha quando sabe que vai me irritar... O simples,o detalhe,o retalho,o esquecido... O grandioso,o esforçado,o luxuoso,o festivo... O momento é lindo,porém o não fixado por mim... Quero os retalhos,o talvez desnecessário ,o esquecido... Porque são eles que se unem retalho por retalho e assim me deixam aquecida nas noites em que meus pensamentos visitam o meu amor de baú.

sábado, maio 05, 2012

Meu tom é você.

O amor é uma melodia saudosa... Dei-me o tom ... Eu tenho calma ,muita calma.... Afinada ,ouvinte do seu tom.. Vejo um labirinto de notas flutuantes... Elas sorriem um sorriso largo,iluminado... Notas falantes que me inspiram a cada instante... Uma melodia retrogadamente apaixonante... Um vinil arranhado tocando do mesmo lado.. Repetindo cada verso enamorado... Porém um alívio para os ouvidos dos apaixonados.

sexta-feira, maio 04, 2012

Relatos...

Hum...esses textos meio eróticos hem...rs.. Imaginava fazendo tudo isso comigo!!! Adoro mulher safada ,experiente assim como você... Dá até vontade de me entregar todinha só a você.. Luxuria com essa fúria que imaginação,também pode ser romântico... Bom isso é sinal que os dois corpos se desejam ,se completam.. Só me deixa viva por favor!!!! Vontade de você!!! De estar com você e me dar todinha as suas vontades lhe retribuindo com muito prazer... Nossa hoje acordei toda melada de tanto que sonhei com você... Eu de inicio até me assustei pois foi tão real , geralmente não me melo assim!!! Tava imaginando você me saboreando todinha... Eu deitada na cama de pernas abertas e você me possuindo inteira... Eu ficando de quatro e pedindo que você me deliciasse com a sua língua indo lentamente de minha caverna até o meu vulcão... E depois eu te virava para beijar sua boca numa aflição sem fim.... Descendo ,passando a língua pelo seu pescoço,chupando como sanguessuga ... Deslizando com a ponta da língua até os seus seios e abocanhando os... Escorregando pela sua barriga,lambendo seu umbigo,mordiscando suas costelas... E enfim me deparando com o seu cume de prazer... Toma lá com todo o tesão de minha boca.. Devorar-te como uma fera no cio ,faminta a espera do desejo a saciar... Pedindo o seu gozo, porque te quero mulher... Lambendo ,engolindo o que escorre de suas entranhas... Puxando-te pelos quadris ,empurrando cada vez mais sua caverna inundada para a minha boca... Enfiando minha língua bem lá no fundo ,e buscando todo o seu liquido direto da fonte.... Poderia ficar horas me saciando com você... Não se mexa ,fique deitada!!! Quero sentar em seus lábios com minha intimidade ,deixando ela bem abertinha para você me saborear.... Solvendo cada gota do meu prazer... Depois prometo deita lá de ladinho com a perna elevada ,mergulho meu dedo em minhas águas lambuzando os e adentro o negro de suas entranhas apertadas bem devagarzinho ,aumentando as investidas ao seu comando.... Sinto-me tão inchada ,tão molhada que sou capaz de engolir a sua caverna ...vou abrir os lábios e encaixar a minha na sua para que elas deem o beijo profano... E digo : dei-me o seu néctar ,mate a minha sede... Adoro sentir suas entranhas pulsantes , o seu sorriso após cada desfalecer... Resposta do escritor: Quando se descobri que uma pessoa tão distinta da outra é capaz de proporcionar tantas sensações de uma única só vez...com desejos apenas surgidos de palavras,imaginações... Simplesmente não deixe de ler ,aprenda e use no dia a dia todo esse seu querer. Obrigada por me lerem!!!

quinta-feira, maio 03, 2012

Carne crua...

Então ela deslizou as mãos pelas costas ,como era delicioso afaga lá... Sentir o perfume ,as nádegas bem feitas e firmes em suas mãos... Posicionando –se entre as coisas ... Beijando os lábios ,o pescoço indo em direção aos seios com a ponta da língua morna ,úmida.. Abocanhava os seios aprisionando-os, fazendo –os se enrijecer de prazer... A boca feminina deslizava pelo seu umbigo sem parar de beija lá... Enfim os lábios quentes tocavam o ponto mais sensível de seu corpo... Arqueando o corpo em tentativa de fuga ... Era segura por mãos firmes em seus quadris que a mantinha imóvel... A língua fazia cada vez mais, investidas ousadas ,enlouquecendo-a de prazer.. Com dedos habilidosos adentrava a intimidade com a fúria ,com a delicadeza, com a gentileza dos que sabem dar prazer... Solvendo o gosto da satisfação do prazer aos sussurros ,murmúrios,delírios,gritos abafados.... Mordendo a carne,entrelaçando se na crina,puxando para dentro com desespero ... Movimentos soltos ,desencontrados .... É loucura ,luxuria,drama,prazer...um grito !!!! Estremeces convulsa aos lábios e escorre nos dedos.

terça-feira, maio 01, 2012

Chove em meus lábios....

Chove lá fora ... O seu corpo se entrelaça ao meu... Gemidos e murmúrios saúdam o ar.... São bocas que se beijam ,que se ferem,que se querem... Dentes entranham na carne ,babando,arfando querendo... Mãos que se apertam, marca a pele branca ,rosa,vermelha ... É quente,é doce,é salgado e tudo misturado.. O hálito quente enrijece a pontinha ,a língua brinca no pico avermelhado... Lambidas, mordiscadas,sucção aumenta a sensação... Corpos em delírio passeiam, anseiam entre si... Caminhos que levam ao ventre, que como areias movediças sugam ,absorvem ,engolem .... É quente muito quente... É macio,delicado,apertado,convulso... De úmido a corredeiras.... Uma cascata de néctar adocicado transborda em meus lábios ... Meus dedos já enrugados pelo vai e vem continuo... Não sai ,não solta sinta se morta... Ofegante de suas vísceras que se enroscam ,que se sufocam... A crina presa entre os dedos ... Um arrepio ,um lampejo.. A visão da combinação de almas e desejos... Apenas mais uma abocanhada... Escorre ,estrangula,pulsa em meus dedos ... E lhe bebo o doce e viscoso veneno da luxuria... Então eu paro lhe solto a crina... Você me expulsa sorrindo.... Arrasto-me feito cobra até o seu coração... Deslizo meus dedos perto de sua visão... Com o seu gosto quente e vivo possuo os seus lábios ... Compartilhando o néctar de sua emoção.