quinta-feira, abril 19, 2012

Logo ali...

Por um tempo eu te procurei...
Olhei sim no alto das arvores,nas canções ,nas poesias ...
Em cada gotícula do estouro do mar ...
Foi então que me surpreendi..
Você estava tão perto de mim..
Logo ali, no meio,no lado ...
Eu sorri .....

Senti-me tão tola , ignorante em minha própria ignorância ...
Por ter procurado algo que não se acha...
Não se pega,não se paga...
Apenas senti,o ritmo no compasso das horas..
Então entendi !!!
E vocês???????

Um comentário:

  1. Re, belo poema... Esta passagem:
    "Senti-me tão tola , ignorante em minha própria ignorância ...
    Por ter procurado algo que não se acha...
    Não se pega,não se paga..." penso que esta passagem é a expressão máxima do poema na medida em que penso que tem três tipos de pessoas: 1- aquelas que 'entendem' rapidamente, sem muita experiência; 2- aquelas que 'entendem' com o tempo, através da experiência e 3- aquelas que passam a vida sem 'entender' . As mais interessantes são aquelas que 'entendem' com o tempo, através da experiência porque estas de fato viveram e vivem suas vidas!!!! Lindo poema!!! Beijos, Ju :)

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!