segunda-feira, janeiro 02, 2012

Na fazenda...

Os grilos e os sapos ...
As melodias do fim da tarde....
Casa cheia...
Luzes por todos os lados....
Vozes dos mais baixos aos mais altos tons....
Invadem a calmaria da paisagem...
O ar leve ...
O cheiro de mato  molhado.....
Harmonia ,paz e alegria....
Reencontros ...
A rede embala os pensamentos...
Já não ouço vozes...
Já não ouço grilos....
Agora a chuva agonia lá fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!