quinta-feira, dezembro 27, 2012

Para você AMOR !!!! ROBERTO CARLOS - FURDÚNCIO

Qual sentido de sentir....

Artista: Fatba Modelos :Ge Su , Dyeia Forbes E Paula Yardy


Sinto o gosto de suas lagrimas em meus labios..
Sinto o ar que lhe falta aos pulmões..
Sinto a dor de lhe ver assim...
Sinto porém não ligo..
Não me comove lagrimas, choros incontidos e suplicas ...
Sinto apenas nada...
Olho o nada se tranformando em algo..
O que seria???
Pena, jamais!!!!
Tristeza, Nunca !!!
Agonia, Para né!!!
O que sinto é irritação..
Raiva por ver o ser humano tão fraco..
Tão pequeno...
A ponto de se humilhar diante de um capricho..
Talvez por coisa pior...
saber perder,é saber ser vencedor ...
Porque é como eu digo : Nem sempre que se ganha é que realmente se ganha ...
As vezes é necessario perder para se ganhar...
Foi perdendo que eu ganhei a melhor coisa na vida...
LIBERDADE!!!!!!!!

Desejo a todos os meus leitores um fim de ano repleto de alegria e felicidade e muito mais muito AMOR !!!!!!

sexta-feira, dezembro 21, 2012

Maroon 5 - Sunday Morning (VEVO Carnival Cruise)

Grito de liberdade...




Artista : Maurizio Barraco Modelo : Ge Su - Italia

A soberba antes da queda da ignorância....
E ainda assim eu vou pelos corredores de minha vida...
Intocáveis horas sem saber....
Que o mundo se apega a você enquanto você simplesmente foge...
É sábio deixa - lás todas para trás....
Permitindo que o mundo saiba....
Que o sucesso é:
Acordar todas as manhãs e pular da cama com o coração cheio de vida....
É achar uma forma especial de unir as pessoas....
É amar...
É sentir-se bem quando encontra uma brecha no tempo...
É saber que não se tem mais medo....
Que é hora de seguir ....
Deixar seus sonhos te guiarem....
Emitir o grito da liberdade.....
Quando se é apenas desejo e confiança....
Não importa o resultado...

Afinal uma barreira não pode aprisiona a felicidade que se é viver.

sexta-feira, dezembro 14, 2012

Jammil - Palácios e Castelos (Levi lima)

Ostra ...

Artista: Fatba Modelo : Ge Su


Ser o infinito das horas que ronda as ideias...
O gosto salgado que escorre pela pele pálida...
É vazio..
É sombrio...
É um desentendimento de pensamentos ...
Unindo e desunindo águas que brotam das intimidades carnais...
Sentindo o liquido viscoso ...
Acido de mergulhos memoráveis...
É quente ,dolorido um equilíbrio perfeito natural...
Sim... se apossa da eternidade que se multiplica a cada suspiro...
Uma ostra suplicante...
Que cobre os ouvidos dos versos meus...
Porém revelando se ao abandono que escorre em lábios meus...
Apenas deixe que o dia amanheça em você sem hora para dizer.

quarta-feira, dezembro 12, 2012

MUNHOZ & MARIANO - CAMARO AMARELO - REMIX 2012 BY FLÁVIODIAS

Montanha dos prazes...


Artista: Maurizio Barraco Modelo: Dyeia Forbes - Bari - Italia


No alto de uma montanha fria...
Lareira acessa...
Cheiro de mato molhado...
Em frente à lareira em meio às almofadas ela gemeu ,perto dos cabelos de sua esposa...
Acariciou-lhe a pele macia e quente de seu ventre...
Tocando -lhe as coxas e deslizando os dedos e o rosto até parar na umidade de sua boquinha estreita...
Com a respiração ofegante e quente nas pernas de sua esposa...
Abriu-lhe expondo toda sua feminilidade ...
Ela suspirou com desejo e beijou a com ardor...
Sua esposa se remexia, se contorcia,puxando-a pelos cabelos...
Levando-a até o fundo de sua caverna ,que sugava sua língua....
Uma exploração deliciosa, alucinante entre as pernas de sua esposa acontecia..
Ela adentrou lentamente a boquinha estreita,apertada,completamente alagada ...
O gemido era a melodia que ecoava em seus ouvidos....
Fazendo com que ela torna-se os movimentos cada vez mais fortes,profundos..
Com a ponta da língua ela, fazia movimentos circulares delicados ,fazendo com que sua esposa se movimentasse ainda mais rápida de encontro à boca, a língua, aos dedos que a penetravam cada vez mais fortes, velozes e ritmados...
Sua esposa estremecia a boca dela quando um segundo dedo preencheu as frestas de sua caverna..
Um gemido, um fincar de unhas na nuca ,o gozo....
Ela sentia a sua esposa pulsar em sua língua e seus dedos serem esmagados pela caverna que transbordava...
Ela deslizou seu corpo até o encontro dos olhos de sua esposa ...
Beijou-lhe lentamente os lábios , afagou-lhe os cabelos ....
Entrelaçou-se em seu corpo e se rendeu a inerte da noite.

segunda-feira, dezembro 10, 2012

Capital Inicial - O Lado Escuro da Lua (Estúdio)

Momentos Quentes...



Artista:Fatba Modelos: Dyeia Forbes e Paula Yardy.
E seus lábios murmuravam de prazer...
Embebida de uma dose já quase esquecida...
O deslizar no seu corpo purificado...
O paladar ainda refinado...
O suor nem doce nem salgado...
Escorrendo pelo corpo que se contorcia por todo lado...
Com a mesma destreza de outrora que nascerá para realizar...
Arranca suspiros , gemidos, lagrimas e sorrisos...
Da face que vidrada a contemplava...
A boca cheia do gosto tremulo do corpo ..
Com toques periciosos,lentificados e fogosos..
Encontra caminhos deliciosos...
Os dedos já enrugados das longas horas mergulhados...
Os lábios vermelhos de tanto solver...
Enfim volta-se ao espelho da verdade...
Olha e não acredita na realidade...
O coração bombeia em ritmo de explosão...
Água no rosto lhe trás companhia...
É pega pela cintura que covardia...
Nem um descanso a pobre mulher...
Que mais uma vez teve que saciar a linda mulher...
A noite se esvai pelas horas e nos lençóis uma historia sem inicio,meio e jamais um fim.

quinta-feira, dezembro 06, 2012

SAMBA PA TI - Santana

Tinta vermelha...

Artista: Fatba - Albânia


O meu coração ....
É uma caneta teimosa,romântica,luxuriosa ,engraçada e às vezes horrorosa...
Do meu sangue faz se a tinta das mais belas as mais esquisitas...
No papel de minha alma rabisco....
Os versos,contos,poemas e besteiras...
Os meus pensamentos imprimem na alma os meus desejos e conflitos..
Com jatos forte, fracos e até quando quase me seca a tinta...
Porém meu coração é feito de caneta que mesmo parado jorra tinta...
Não deixa nunca a alma em branco ...
Podem tentar secar a minha tinta...
Podem até queimar o papel...
Porém não podem com uma borracha os meus pensamentos apagar...
Porque tenho um coração com sangue pulsante,com os pensamentos a berrar e a alma cheia de contos para dar...
O meu mundo é uma linha e nela faço orgias ,sem pontos, regras e caligrafia...
Transformando a minha realidade em contos,poemas em fantasia...
Mas o que importa mesmo é ter coragem..
De olhar o universo e se sentir a vontade.

terça-feira, dezembro 04, 2012

To my friend Fatba !!!!!

Cheiro de mar...




Rê G.

Seu constante cheiro de jardim e mar....
Um odor de terra fértil e ar salgado comungando sutilmente....
Seu corpo queria sair correndo em várias direções ao mesmo tempo...
Nada pulsava sob a pele, não havia fluxo constante de sangue movido pelo coração,agora imóvel...
Não havia mágica para reverter tudo...
Sentia a boca seca, garganta ardendo e o coração convulso...
Deitada de costas sentiu se ser beijada na orelha e sendo acariciada nos seios...
A amante passou a beija -lá nas costas , subindo devagar..
A língua marcando a pele enquanto as mãos massageavam lhe as nádegas...
Ainda de olhos fechados..
Ela rezava para que os beijos lhe alcançassem os seios...
Quando em fim o desejo se cumpriu...
Foi como se uma labareda de fogo envolvesse o seu corpo inteiro e atingi se sua parte mais íntima...
Roçando os polegares nos mamilos e deslizando pelo corpo para baixo até alcançar o seu ventre...
Passou um braço sob ela e massageou lhe as coxas...
Com os dedos da outra mão , iniciou os toques prodígios em sua úmida intimidade...
Toques suaves, avassaladores, ritmados...
Ela relaxou o corpo para trás...
Enfiou os dedos nos cabelos de sua amante ,entregando se outra vez...
Sem medo, sem pudores, sem acanhamento...
Deixaria sua mulher fazer o que ela queria desde que ela continuasse a sentir aquela maravilha sensação...
A onda de calor tornou se abrasadora....
O prazer arrebatou como uma crista de onda...
Gritos emergiram de sua garganta, até que , por fim se sentiu vazia...
Era uma onda deliciosa e quente...
Como maré, o calor refluiu, mas a sensação gratificante permaneceu rodopiando , flutuando...
Sentiu um leve beijo em seus lábios ...
E se entregou ao mais profundo sono.

sábado, dezembro 01, 2012

Gruta ...

Artista: Fatba


O que seria de mim sem o seu rosto de marfim....
O seu corpo meu tumulo do repouso...
Sentindo o meu coração bater no lado oposto do peito...
Milhas e milhas separam a alma contaminada pela maldita....
Vindo para mim como sopro ardente...
A lembrança ainda viva...
Dos corpos arfando na gruta do pecado...
E tudo era apenas uma dança...
Deixando apenas como testemunha ...
A brisa,as pedras,as ondas.....
Porém se voltares à gruta os gritos luxuriosos ainda soam como ecos aprisionados...
E aos ouvidos dos novos visitantes uma estranha melodia de mistérios se tornará.

sexta-feira, novembro 09, 2012

Desejado...




O que queres de mim...
Sou o oposto das línguas faladas...
Sou a causa de muitas magoas...
Mas sou víscera verdadeira...
Sangro por uma noite inteira..
E me despeço no fim..
Sou o desejo incontido...
Criança mimada ...
Querendo não faço mal..
Talvez nem bem...
Mas não sou hipócrita..
Abro o meu peito em resposta...
Não dou amor...
Dou apenas o momento desejado..
Sou assim ...
Um desejo ,apenas desejado.

quinta-feira, novembro 08, 2012

Inicio...

Artista : Fatba - Albânia


São suas lagrimas...
É a minha dor...
É a carne cheia de pavor ...
É a saudade do que não se foi...
É a ida sem saída...
É o inicio de uma historia de amor.

quarta-feira, novembro 07, 2012

Lágrimas Salinas...

Artista:Fatb Modelo: Ge Su - Albânia


Roçava a língua ao longo dos lábios dela...
Provocando o frescor de seu néctar...
Abracei-a bem forte junto ao meu corpo...
Quando ela protestou murmúrios desconexos...
Invadi sua boca com minha língua...
Mas parei...
Vias se em seus olhos ...
Eu sentia como se ela esvaísse por entre meus dedos...
Era tão tarde, não havia mais esperança...
Era terno o que lhe tocava...
Milhões de estrelas de pontas afiadas caíram sobre minhas costas...
A escuridão como manto aquecendo o frio que banhava a alma...
A maresia corroia as entranhas...
Revolto o mar se lançava de encontro às pedras...
Cobrindo-lhe de lagrimas salinas...
Agora apenas arde porque já não existes mais em mim.

terça-feira, novembro 06, 2012

O que difere...

Artista : Fatba Modelo: Ge Su - Albânia


O que mais gosto em você é o seu romantismo...
É que difere de mim...
Instiga-me,respeitando o que vai além da pele...
É algo que alimenta o meu gostar,querer,desejar...
Já o sexo esse grita em alvoradas...
Sendo o complemento ao instinto não só predatório revira o meu querer, a minha fantasia luxuriosa...
Amando as ideias nem sempre interpretadas.

sexta-feira, novembro 02, 2012

Estado!!!

Artista: Maurizio Barraco Modelo: Ge Su


Namorados o que será isso????
Será que é só um adjetivo e substantivo masculino, por que não uni sexy? Já que é um estado próprio de quem está apaixonado e a paixão não tem sexo!
Está enamorado exprime amores?
Como amores se cobraram a fidelidade!
Dizem também que namorado é um amor brando , suave....
Então onde ficam os namorados quentes, agitados ,bravos, aqueles que são a tempestade em forma humana?
E aqueles que não mandam cartas, e-mails,flores, torpedos, não são namorados??
Ser conquistador é ser namorador?
Quantos conquistaram terras e não habitaram nelas, quantos lutaram e não ficaram com elas?
Ser namorado é esta amando não importa se é correspondido.
O amor como pode ser substantivo masculino se é sentido por todos, mas o que isso importa?
O que importa é o que penso e sinto!!!


quinta-feira, novembro 01, 2012

Se nega ...

Artista: Fatba Modelo : Ge Su - Albânia


Ela se nega e se entrega para mim...
Sussurra dizendo não...
Com a mão na minha cintura me puxa em sua direção...
Faz silêncio para não se fazer entender...
Mas se respiro em seu ouvido se desmancha até estremecer...
Envolve-me entre suas pernas para eu não me mexer...
Mas se beijo sua virilha se abri como primavera pra florescer...
É assim e sempre vai ser...
Nega se as luxurias...
Mas meu toque a faz enlouquecer.

segunda-feira, outubro 29, 2012

Feliz Aniversário DEA !!!!


Foto: Jardim..

Hoje é o seu dia...
O dia dos olhos verdes, do sorriso de menina, das mãos mais belas que conheci...
Hoje é o seu dia...
E pensei em como lhe mostrar a importância dele...
Talvez eu escreva mil palavras e nenhuma delas seja suficiente para demonstrar exatamente o que você merece...
Mas ...
Eu desejo que o seu dia seja daqueles estressantes, que fique ate tarde no trabalho,que receba milhares de telefonemas chatos,que seu almoço seja corrido, que não tenha tempo para respirar, que fique o dia todo com dor de cabeça, irritada, de saco cheio, que brigue com o seu amor...
É , é bem isso que eu desejo para você no dia de hoje...
Agora ...
Mude tudo o que escrevi por:
Cheios de infinitas alegrias...
Que seu chefe a libere cedo...
Telefones inesperados que encham seu coração de felicidade...
Que nem volte do almoço por ter tomado todas...
Que sente-se, olhe o horizonte e relaxe...
Que pense em mim o dia todo....(dor de cabeça RS..)
Que sorria de tudo e para tudo...
Que tenha milhares de surpresas inimagináveis...
Que você escute milhares de Te amo ...
Porque você merece isso e muito mais...
Feliz aniversário monstrinha!!!!!





sábado, outubro 27, 2012

Ventre...

Artista: Fatba Modelo: Ge su - Albânia


Lá ao longe...
A infame causa perdida..
O sorteio de almas...
A trajetória ..
A gloria dos incrédulos..
A paisagem sedutora...
Os olhos que atordoa...
Não , apenas não são..
Seus, meus, de ninguém...
O mundo distribui a algum Zé ninguém...
Que tripudia, cria, se sacia...
Mas que causa alegria, euforia..
Levando no ventre a esperança...
Lhe dando a chance de se tornar alguém.

quinta-feira, outubro 25, 2012

Medo de avião?????




O avião mergulhou e nivelou, os motores vibrando em um zumbido constante..
Ela virou para a janela escura ,onde as nuvens aviam se movido para esconder a lua e as estrelas...
O medo se apossou de suas entranhas...
Uma comissária ,mulher alta,jovem,branca,de olhos esmeralda encantados e cabelos cor de sol,aproximou se de seu acento, ofertando lhe uma bebida....
Foi quando o calor de seus olhos se cruzou pela primeira vez...
Um arrepio lhe percorreu o corpo inteiro, lhe eriçando os pelos..
Era tesão, sexo, desejo carnal , vontade da fantasia...
Ela se levantou e a comissária a seguiu..
A linguagem era dos que se desejam..
Foram ao banheiro em silêncio e passos largos...
As mãos dela planaram abaixo pela espinha da comissária..
As pontas dos dedos roçaram o elástico do sutiã e deslizaram novamente até as nadegas firmes e macias...
Bocas uniam e se desuniam ,tão incapazes de parar , quanto era de impedir seu coração de bater...
Ficou nas pontas dos pés ,se abrindo para ela , alegrando se ao toque da língua da comissária...
Ela a beijou gentil e docemente,como se o tempo parasse e tudo o que importasse era aquele momento entorpece dor...
O beijo continuou em uma dança lenta e vagarosa de línguas, dentes e lábios. ..
O desejo aqueceu o sangue delas endurecendo os mamilos...
Ela deslizou as mãos pelas laterais da comissária até a extremidade da parte da presilha do sutiã e com dedos hábeis lhe abriu...
Um gemido baixo escapou da boca da comissária enquanto ela rolava seus mamilos entre os dedos..
Um fogo liquido brotava entre as coxas dela...
Inclinando os quadris ,ela se pressionou a comissária ,contorcendo-se para chegar mais e mais perto...
O calor tomando conta dos corpos em sede de prazer...
Uma pancada forte e sonora,lhes tirou o transe ...
A comissária deu um salto para trás , se recompondo o mais rápido...
Elas abriram a porta ,era um menino de 10 anos querendo usar o banheiro..
Elas sorriram em alivio.

terça-feira, outubro 23, 2012

Neblina ....


Foto: Rê G.

As horas passam...
O novo verde lhe faz transparente..
Solvendo o fragmento da alma...
Em leito ardente o convite voluptuoso...
O navio desliza sobre o manto de neblina fria...
Na alcova o deleite lascivo...
Ardendo nas vísceras retorcidas...
É quente,lava recorrente da explosão ...
O tom, desconexo da canção...
Esvai-se pelos ponteiros, como nevoa que parte pra outro caís...
E a saudade em outros braços recai...
Sim agora é tarde demais..
Perdida está em uma nova canção de ninar.

sexta-feira, outubro 19, 2012

Santo Pecado...



Artista: Nina Richie Modelo: Ge Su - Paris

Seus olhos refletem em minha alma a pureza da poesia..
Sua voz o tom que estremece dando calmaria...
Os pecados em minhas mãos ...
Pele macia,suor que sacia...
O beijo dolorido,demorado...
Deixa o gosto do querer mais e mais...
O imperfeito perfeito do inteiro das horas...
Sentindo o arrepio ..
O frio...
Às vezes o vazio...
O pensamento preenchido pelo sorriso do vento ...
O corpo!!!!
Esse sim é santuário sagrado do pecado ao seu clamor.

quinta-feira, outubro 18, 2012

VANJA VANJAS & DRAGAN MICHEVSKI-Selection of works

Três...

Artista: Fatba Modelo: Ge su - Albânia


Éramos três em um só ser...
Eram lábios,mãos, corpos, calor...quente ,muito quente...
Num ritmo ardente...
Unindo e desunindo ...
Puxando, mordendo , gemendo...
Entrando saindo,querendo ,implorando...
Língua lambendo, dedos afundando ...
Unhas ficando, dentes mordendo a carne...
Entranhas convulsas..
Desejo ,luxuria, pecado...
Errantes em mundo santo...
Éramos três em um só ser.

quarta-feira, outubro 17, 2012

Red...

Artista: Fatba Modelo: Ge Su - Albânia


Era uma bela manhã de inverno quando ela acordou...
Logo direcionou se a uma luz que vinha por baixo da porta do ateliê..
Ao abri lentamente a porta seus olhos são contemplados pela magnífica visão de Red em plena luxuria carnal...
Red , estava nua ,corpo respingado de tinta,cabelos presos por um coque ,com alguns fios soltos ao longo de seus ombros....
Ela foi se aproximando de Red, que apenas sentiu o seu corpo macio ser evolvido por braços e uma respiração quente e ofegante em seu pescoço, que em seguida era possuído por lábios quentes e úmidos pelo desejo...
O corpo inteiro de Red amoleceu se entregando aos braços do desejo, deixando cair de suas mãos tinta e pincel ao chão...
Os seios dela pressionado em suas costas,as mãos deslizando pelo seu ventre ,puxando-a pelos quadris com uma das mãos,enquanto a outra massageava o seio duro entre os dedos....
Red sentiu o sexo úmido ,quente ,pulsante ,molhar suas nadegas a cada movimento luxurioso...
O coração de Red estocava em seu peito...
Red, apoiou as mãos na tela que ainda estava molhada e a sensação da tinta entre seus dedos a fez sussurras palavras desconexas...
Red,implorava por ser possuída...
Ela, segurou Red pelos cabelos, e beijou-a com ardor, enquanto seus dedos afundavam entre as nadegas ...
Red, movia se de encontro a sua mão...
Eram arremetidas,investidas,fortes, doloridas,entrando e saindo e Red gemendo,querendo, solvendo...
Red,rebolava cada vez mais rápido,forte,nos dedos dela...
Que lhe mordia as costas e massageava os seios arfantes...
Ela virou Red e fitou olhos de puro pecado carnal..
Beijou lhe os lábios explorando cada centímetro da cavidade com sua língua...
Red,sucumbia ao desejo,entregue a luxuria visceral...
Ela deslizou pelo corpo de Red com a ponta de sua língua quente...
Sentindo o calor da feminilidade de Red aquecer lhe a face...
Ela tocava o corpo de Red , seus braços eram como tentáculos espalhados por cada pedacinho de pele exposta ...
Ela deslizou a língua sobre a fenda úmida ,quente, inchada de Red, que convulsionava ,rebolava em seus lábios ...
Ela sugava o ponto durinho de Red, que gemia em desespero...
Red, com suas unhas fincadas nas costas dela,segurando ,puxando os cabelos ,afundando a face dela entre suas pernas...
Enfim ela ,adentrou a boquinha estreita de Red de uma vez só..
Red, parou de respirar por um segundo,sentindo suas entranhas serem profanadas por 3 dedos hábeis...
Dedos que entravam e saiam ,ora lentos e doloridos,ora rápidos e fortes...
Língua que suga ,dedos que remetem...
Red, alucinada,implorava cada vez mais ..
Ela metia fundo nas entranhas de Red, que mexia os quadris rapidamente,convulsos desordenados pela sede do prazer em demora...
Ela preenchia cada espaço vazio daquela cavidade, úmida, inchada, quente, deliciosa com seus dedos...
Seus lábios sugavam a pulsação delicadamente...
É quente,é úmido,é dolorido...
Red,inchada,pressionava ,engolia faminta os dedos dela,que se moviam cada vez mais fortes, rápidos,enterrando se fundo em Red...
Coração aos saltos, boca seca,nó na garganta, o êxtase,o gemido,e Red jorra o liquido quente e desejado nos dedos dela, que senti o enforcar de seus dedos e o sabor do doce amargo em sua língua.


terça-feira, outubro 16, 2012

Pra você....Saudades!!!!!

A voz...

Artista: Fatba Modelo : Ge su


Já passava da meia noite...
Dois corpos ardentes sucumbem aos prazeres da alma..
Um arrepio louco percorre toda a extensão da carne...
A voz beijou –a profundamente,abocanhando sua pele macia ...
Lambendo cada centímetro de puro desejo...
A língua seguia a trajetória para o pecado...
Os comandos da voz eram orquestrados...
Seus seios intumescidos,eram delicadamente sugados,por lábios quentes,ardentes,molhados...
Dedos que profanavam a pontinha dura rosada...
Sentia a ponta a língua peregrinar seu ventre,em busca da fenda quente...
Brincando entre as suas coxas...
Mordiscando,lambendo,o bafo quente da respiração que eriçava os pelos de suas coxas...
Então recebe o peso da alma que se posta sobre sua pele macia...
Fazendo com que abra cada vez mais a fenda e receba o toque dos mortais...
Suas mãos puxam pelas nadegas a alma que se move cada vez mais forte,tocando o ponto durinho,quente,molhado...
A pulsação crescente entre suas coxas,lavas escorrem de suas entranhas...
A alma de desprende de seu corpo,deslizando feito brisa ao encontro da vulva pulsante...
A língua circunda lentamente,fazendo com que se mexa na agonia dos que ardem em luxuria...
Puxando a voz pelos cabelos,ficando as unhas na carne,gemendo em transe alucinado...
Eram dedos,boca,língua ,que entravam repetidas vezes ,ora sugando,ora lambendo,ora mordendo,em ritmo febril...
Vísceras se contorcendo,coração a mil,olhos cegos na penumbra do quarto...
Calor enlouquecendo,a voz lhe querendo,a cadencia desordenada,indo cada vez mais rápido ,cada vez mais fundo,cada vez mais forte...
Um grito...
Tú tú tú...ops!!!! A ligação caiu.



segunda-feira, outubro 15, 2012

Nua...




Artista: Fatba Modelo: Ge su

Eu grito a existência de minha alma...
Ela me responde em silencio fúnebre...
Contorço-me nos lençóis da carência...
Na dor do pulsar da minha incoerência...
Os pensamentos me torturam pelas longas horas de sua ausência...
Eu prisioneira de mim mesma...
Dito ordens,imponho desejos,crio regras...
E o seu silêncio as quebra...
Assim como me partiu ao meio..
Sorrateiramente me fez pulsar...
Fez-me querer de ti me apossar...
Logo eu,vilã das almas...
Causadora de tantas magoa ...
Criadora de corações partidos ...
Estou aqui ,nua.

domingo, outubro 14, 2012

Fruta Vermelha...


Artista: Fatba Modelo: Ge Su

O brilho do arco em gota de neve...
O inseto engolido pela língua falante...
O infame rio,de águas persas cristalinas...
A pegada deixada em lama fresca...
Deixa,queixa,remexas se, se esqueça...
Atravesse entre a floresta de espinhos...
Fure a impureza da alma..
Sangre por caminhos errantes em noite lenta...
Propugne o viço do lascivo...
O fruto vermelho-escuro quase negro comestível ao natural...
Amordaçar um cenobita deixando que suas folhas sirvam de alimento ao pecado...
No final,o cheiro agradável que emana de uma viscosidade visceral.

Frio dos Olhos...

Foto: Rê G.


Veio assim de mansinho como quem não quer nada...
Sorriu e pegou minha mão e não precisou dizer mais nada...
Fazia frio, olhou-me nos olhos e abraçou minha alma...
O silêncio se torna ensurdecedor com a fala muda dos lábios a se tocar...
No pensamento...
O vazio dos meus sentimentos...
Esperando o ponteiro chegar.