segunda-feira, setembro 19, 2011

Chorar..

Conheci-te no outono ..
Passamos o inverno ...
A primavera chegou..
O nosso amor floresceu e se fortificou...
Poderia eu mergulhar em um mar de lágrimas que por mim derramou..
Porém nenhuma se quer de mim ,como o orvalho das manhãs brotou...
Às vezes me nasce uma dor, que corta todo o meu interior..
Porém cadê as consideradas lágrimas de amor...
Porque minha lágrima secou????
Afinal dizem que chorar alivia a dor...
Então meu destino é sofrer pela eternidade...
Minhas lágrimas foram secas ao decorrer de minha infância...
Não choro nem mesmo pela ausência ,tristeza,distância...
Chego a me emocionar ,porém os ventos as secam antes de rolar...
Algo irei revelar....
A minha alma tem um mar de lágrimas que vivem a me inundar...
Basta à saudade de ti apertar...
Elas em minha face não rolaram ...
Mas tenha a certeza que as tenho ...
Assim como tenho você em meu coração.

Um comentário:

  1. Lindo poema Re!!! Gostei das passagens: "Às vezes me nasce uma dor, que corta todo o meu interior..
    A minha alma tem um mar de lágrimas que vivem a me inundar..." Penso que, as vezes, não são necessárias lágrimas para expressar sentimento, neste caso, amor, saudade, etc...Entre tantos outros gestos e, também, palavras, as lágrimas são apenas mais uma maneira de demonstrar afeto, seja ele qual for. Abraços, ju :)

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!