sábado, agosto 06, 2011

Vitrine...

Asfalto pegando fogo...
Derretendo aquele que vai a sombra..
O homem com sua boca enorme grita :
Olha o picolé....
O grito ecoa indo o mais longe possível...
Garganta essa seca pelo calor..
Quem não vai em dias de calor ainda mais no rio de janeiro , procurar abrigo no tão famoso shopping?
Independente de classe social ...
Vai dá população mais pobre aos mais afortunados...
Dias que precedem o verão...
Nas vitrines cobiças dos consumidores...
São coleções de sandalhas e biquínis da moda...
É um entra e sai ..                               
Crianças correndo...
Mulheres com cartões  de todos os tipos, cheques pré é a febre do verão...
Uma verdadeira histeria...
O que resulta em um problema e uma solução...
Ao adentrar o calor que castiga é dissipado...
Porém o inferno do barulho , do corre - corre inicia- se ....
Parece uma pista de corridas...
Mulheres trafegam pelos corredores cobertas de bolsas nos braços que mais se parece com um pau de arara...
Os olhos vidrados com tantas novidades... ( Após tais  compras metade das coisas  elas  não usam)...
No provador filas que se não estivéssemos dentro do shopping poderia ser comparado às filas de bancos em época de décimo terceiro salário...
Reclamam, pechincham, invadem, endividam se ....
E tudo isso o culpado é do maldito calor...
Já é quase 22h shopping lotado , lojas já fechando...
Os maridos olham aquela visão que em outrora pensavam:
Nossa como ela é linda, o coração disparava , o amor era o que brilhava através de seus olhos...
Depois de anos e idas ao shopping eles pensam:
Nossa olha quantas bolsas, meu deus quanto vem à fatura do cartão de credito. o brilho nos olhos são as lágrimas do desespero ...
Que inferno de calor....
Sim o grito de olha o picolé cessou agora só amanhã.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!