sexta-feira, agosto 19, 2011

Cidade do amor...

É manhã ...
Levanto -me bem cedo...
O meu corpo ainda não me responde bem ...
Abro a janela e ao abrir...
O vento frio invade todos os meus poros, fazendo-me arrepiar...
Ao mesmo tempo em que o sol feri os meus olhos..
Impedindo que eu os abra por completo...
Talvez só por esse motivo eu consiga ouvir aquela antiga melodia sussurrada pelas ondas do mar...
Aos poucos abro os olhos ..
O sol esquenta minha alma...
O vento descongestiona o meu peito...
Trazendo de volta uma velha sensação de felicidade...
Olho o horizonte e vejo gaivotas mergulhando em busca de alimentos.. Meu alimento é você...
As ondas beijando a sua amada areia... Minha amada que beijo é você...
As flores se abrindo...Abro o meu melhor sorriso só para você...
O cheiro de amor e liberdade adentra o meu ser...Amor e liberdade que sinto por você...
Tudo me lembrando de uma cidadezinha , onde sempre é desse jeito todos os dias, e em todas as estações...
Cidade essa que um dia achei nunca existir ...(achava ser possível apenas em contos de fadas)...
Com os cabelos revoltos e ponta do nariz gélida...
Sentei -me diante de tanta paz...
Fiquei ali imóvel , com o olhar fixo ..
Ouço uma voz bem longe quase que um sussurro dizendo: já acordou????
Uma lágrima, apenas uma...
Desprendeu-se ao meu piscar ...
Senti deslizar até a boca...
O gosto era salgado o que me fez lembrar das águas do mar ...
Pensei no  sabor do amor que sinto ao tocar os seus lábios...
O nome de minha cidadezinha particular é AMOR....
Ela fica meio longe , as viagens são curtas....
Porém me faz feliz....
Me faz sentir o pulsar de minha vida ao peito...
Até alguém me chamar....
Naquela manhã o gosto salgado de lágrima, me fez lembrar do gosto que jamais esquecerei ...
O meu amor por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!