segunda-feira, julho 25, 2011

Abelha Rainha..

A abelha rainha tem a liberdade de uma colmeia para orquestrar...
Um casulo na janela do quarto em mutação está...
Os meses de sua mutação quando irá acabar..?
Enquanto a abelha da vôos sem parar...
A abelha ordena, segura de vidas alheias a administrar...
O casulo apenas a prisão do transformar...
Meses no casulo ninguém há de querer...
Anos então sofrimento de certa vai se ter...
A abelha migra com sua colmeia de lá para cá...
E o casulo no alto da janela nem um sopro pode abalar...
O casulo é feio? Será?
O casulo é seguro, não há o que temer...
Não passa frio e fome ..
Nem sol e chuva pode deter....
A Abelha destemida por lugares viajou....
Sentiu frio e fome...
E com isso se inspirou..
Criou versos poeticos...
Viu o pôr do sol...
Viajou por colmeias e seu nectar depositou...
E o casulo só no canto...
Despretencioso de saber...
Um dia em borboleta irá nascer...
Só espero que a abelhinha uma ferroada em ninguém vá dar...
Afinal sabemos que depois de ferroar minutos levam para a abelhinha se apagar...
E a borboleta ao vôo há de se lançar....
Vôos meios estabanados...
Sem altitude para se mostrar...
Porém com o tempo as cores de suas asas alguém irá notar....
E no vôo livre para sempre nos céus irá reinar...
E a abelha rainha com tanta vivência ...
Morreu por não entender e pela falta de paciência.

Um comentário:

  1. Nossa...Essa postagem eu não vou nem me prolongar no comentário...TA LINDA!!! Que poema lindo e singelo!!! adorei!!! abraços, Ju :)

    ResponderExcluir

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!