sexta-feira, maio 27, 2011

Odeio...

Odeio a paz que há nestas águas...
Odeio a sombra que se faz atrás das ondas...
Odeio as ruas havidas e inquietas...
Odeio o vento que te leva para longe de mim....
As ruas teem para mim ar zombador...
Zombam do sabor de ser amada...
Meu amor se transformou em ódio , para tudo que te leva para longe ...
O mar é fenticeiro, amarrou te com as mãos melodiosas...
O mar enfeitçou te , chamou te para si e venceu por fim...
Hoje te vejo em uma rua a caminhar e longe de mim ficar...
Os meses passarão , mas quando voltares no mesmo lugar há de me contrar..
Porém acrescida de um amor sofrido .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!