sábado, maio 14, 2011

Janela do Quarto









Janela , Armário , Celular , Quadro , Ursinho , Edredon , Lápis , Isqueiro , Not book , Estante......

Olho em direção a minha JANELA e pingos de chuva deslizam por ela...
Fixo os olhos e vejo o seu rosto refletindo  nela...
O que me levam aos seus olhos cor de esmeralda...
Ao manto que cobre sua moldura relusente...
O vento toca o vidro, o que são ecos de seus suspirus feito brisas aos meus ouvidos.Ouvidos esses enfeitiçados por suas melodias matutinas....
Olho o ARMÁRIO e não vejo suas roupas. Roupas essas que irão adentrar de vez ao meu mundo a qualquer momento...
O CELULAR que não me traz noticias suas....Aperto no peito sentimentos confusos,tristeza....
Penduro um QUADRO que traduz sua paisagem calma ....
Me aninho ao meu URSINHO , tão fofinho e delicado que me aquece em dias frios...
Enrolo - me ao EDREDON , o que me faz querer o seu abraço bem apertado e terno....
Com um LÁPIS imagino poesias ,porém é inutil pois você é a mais bela poesia já escrita...
Pego o ISQUEIRO e levo em minha boca mais um cigarro ..angústia  de sua ausência ....
Ligo o NOT BOOK e revejo suas cartas e fotos que saudades.....
Coloco na ESTANTE você em meio a minha vida....
Sentada em uma cadeira , me prendo novamente ao deslizar das goticulas de chuva , um minuto......
O celular toca , desperto do meu transe passo a mão no rosto e percebo que as goticulas da janela deslizam em mim...
Pego o celular...olho o visor ...é você  dizendo estar vindo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga se gostou, aguardo os comentários obrigada !!!